23 outubro 2017

Conheçam Lola; nossa nova filha

Agora a diferença de fuso horário entre a maioria dos estados do Brasil com Winnipeg é de 3 horas. Isso dificulta um pouco mais meu trabalho com o Curta Mais Brasília. Quando eu estou pronto para dar um bom dia, o pessoal já está saindo para o almoço.

Por aqui - no meu emprego no Canadá - na semana passada tive que cobrir o turno de um dos funcionários que pediu demissão. Tinha dias que eu estava saindo depois das 2 da madrugada (no Brasil, 5 da manhã), fora que trabalhei de domingo a domingo. Depois vou falar mais sobre meu trabalho, mas sempre me sinto esgotado. Não pelo o que eu faço, acho que é mais por ter que pensar, falar, agir como um canadense. Mas tá tudo bem, é um ótimo treinamento para a vida.

Hoje, dia 23, completa 2 meses da nossa viagem de vinda para Winnipeg. Já conquistamos muitas coisas e a mais recente delas é a nossa nova filha; Lola!
Conforme eu tinha contado anteriormente, nós estávamos num processo de adoção que era muito burocrático. Aplicamos para uma cachorrinha pequena e muito lindinha chamada Pudim. Mas acabou que ela foi adotada antes. Mas nossa ficha foi aprovada pelo instituto e assim que decidíssemos por um outro cachorro já estaria tudo ok.


E quando vimos Lola, foi paixão imediata e adotamos elas. 



A história dela é um pouco triste, mas ao mesmo tempo ainda não sabemos muito detalhado. Ela foi resgatada em Porto Rico. Ela foi uma das vítimas do furacão Maria que devastou parte da cidade e outros lugares nos Estados Unidos no final do mês de setembro. Ela ainda é filhote, tem quase 5 meses, e é muito, muito doce. Mas também um tanto quanto medrosa ainda. Mas cada dia que passa ela evolui. 
Essas marcas embaixo dos olhos (parece a máscara do Zorro) é de tanto chorar. Não gostamos nem de pensar no sofrimento que ela deve ter passado.

Ela é meio desengonçada ainda quando levamos ela para passear. E nós ainda temos que ensiná-la a fazer as necessidades lá fora. Mas ela sabe fazer xixi no tapete higiênico, falta aprender o coco.

No primeiro dia, Frida não deu a menor bola para ela, agora elas já estão amiguinhas.

Então é isso, dêem as boas-vindas para Lola, a novidade na nossa vida e na nossa família. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário