14 janeiro 2010

Parque de Diversões!


Ontem as duas crianças grandes, Zé e Zô, foram ao parque de diversões de Brasília. Não é nenhuma Disneylandia, nem chega perto disso. Mas dá pra se divertir e voltar a ser criança do mesmo jeito.


Fomos em todos os brinquedos. Os com emoção, os 3D e os sem graça.

O mais hard core foi esse da foto ao lado; EVOLUTION. Quando você termina de se acomodar o brinquedo já ta rodando, de ponta cabeça e em todos os ângulos e graus possíveis. Um loucura só.


Depois partimos pro Kamikaze. Esse pelo menos vai amaciando aos poucos, até ficar completamente imóvel, de cabeça pra baixo, a mais de 20 metros do chão. TENSO! O único ruim é que o cinto de segurança do brinquedo aperta muito o estômago.


O mais divertido foi o TAGA DISCOS, uma espécie de Rotor. Vai rodando, mechendo, saculejando e rodando mais ainda e mais rápido. Uma hora ta todo mundo por cima de todo mundo. Como se fosse um sofá da casa da sogra. Nesse brinquedo, A pobre da Zô foi golpeada várias vezes com uma cabeça do Zé no meio dos peitos. Zé que por sua vez, foi assediado por duas teenagers safadinhas! Que aproveitaram a bagunça e tiraram casquinha.
No bate-bate também foi divertido. Antes de entrar observamos uma criança de 6 anos, sair correndo e escorregar abrindo as pernas como se fosse um ginasta. O detalhe, é que ela não era um ginasta e chorou muito com as maõzinhas nas partes de baixo.
Na vez do Zé e da Zô surgiu um cochicho na fila que o carro de cor vermelha era o mais rápido. Hora de entrar na pista e escolher o carro. Lá vai o Zé disparado pro vermelho, e Zô tranquila num roxo qualquer. Quando o Zé ia entrar no carrinho, uma criança ligeira tenta entrar primeiro. Sem carinho nenhum, Zé olha pra criança, pega ela pelo braço - sem apertar - e fala: Cheguei primeiro!' e assim a criança entra num carrinho qualquer e promete: "Vou bater nesse cara ai do carro vermelho".
Foi uma perseguição divertida, que rendeu várias batidas e muitas risadas.
Pra terminar, claro que fomos a montanha russa,que numa escala de 0 a 5, ganha 1 pela boa vontade. Mas mesmo assim Zô fez questão de gritar muito. E muito alto na orelha da criança que estava no carrinho da frente SOZINHA e não quis ceder o lugar para nós. O pobre do garoto sofreu com os gritos e risadas.
Enfim, foi uma tarde muito agradável e muito divertida. Pena que esse tipo de diversão custa tão caro. Cada ingresso, MEIA ENTRADA, sai por 25 reais.
Tenho pena dos pais que tem filhos e sobrinhos pra entreter nas férias.

[Zô A.K.A. Sophia, Zé A.K.A Rodolfo]

Um comentário:

  1. uahuahauahuauha
    ADOREI as historias... morri de rir só de vc contar!
    E aí, muita coisa pra fazer em brasília?
    Recebeu minhas msgs? NOSSA ZE, a gente ia bombar nisso aqui. VC NAO TEM IDEIA das baladas desse lugar. Vc tem noção de um predio de 8 andares ser uma balada? NAO! E ainda tem videoke!
    CARACA, promete q um dia viremos juntos!?
    Muchos besos te quiero muchissimo chiquito de mi vida
    (ze, vc ia CAGAR de rir com a mamae aqui... eh SEM NOCAO! Nessa viagem, só tem pérolas dela! hauahuauahuahuahuhahauahauhau... eh sem noção! O Mario passa mal de rir dela. IMAGINA eu e o Bruno!)

    ResponderExcluir