16 maio 2011

Inferno Astral: A Novela. cap 5

Cap5. Ta tenso!

Tenho estado nos meus piores dias!
100% irritado
1000% impaciente
10000% intolerante
e 100000000% NADA agradável!

Ironicamente, mas bem mesmo, falando; Estou distribuindo amor! <3
¬¬

De alguma forma muito esquisita to contando até 3, olhando pra baixo e respirando. Deixando o ódio evaporar. Mas nem sempre isso é possível. Sábado acordei meio dia, de um sono excelente! Tá um frio do cão em SP, excelente pra dormir todo empacotado. Enfim, matei meu treino de corrida pra dormir. Tinha o compromisso de até a 13hr, passar na farmácia e pegar uns remédios. Pois bem, cheguei na farmácia faltando 14 minutos para encerrar o expediente.
Eu não tenho costume de andar com dinheiro. Muito raro. Desde a invenção do cartão débito/crédito, que eu só ando com moeda pra pagar o metrô/ônibus/flanelinha.
Enfim, os filhos da puta. Um velho! [perdão o bullying] e uma gorda horrorosa com a boca imensa, o sorriso medonho e muitos dentes! Os dois com a cara de pau me falaram que já tinham desligado a máquina do cartão. Se eu quisesse o remédio que eu pagasse com dinheiro ou cheque.
- NÃO TENHO NENHUM DOS 2, SÓ CARTÃO. COMO FAZ? EU FICO SEM MEUS REMÉDIOS PORQUE VOCÊS SÃO PREGUIÇOSOS E BABACAS?
*sim, sabe como é né. Inferno astral você acorda já com a vontade de socar! Eu pelo menos acordei quando vi meu sofá queimado de bituca. -.
Voltando a história...

Pois bem, fui embora sem remédio e sem pagar. E também não vou pegar o remédio. Mandei fazer em outra farmácia.
VÁ PRA P****

=)

Saí de lá e fui encontrar meus pais e meu irmão e minha cunhada numa churrascaria LONGE!
Meu carro tá sem som! Troquei a bateria e agora o caralho do som pede um CODE! NÃO TENHO!!!!
Enfim, [técnica do respirar e contar até 3]. Meu irmão me liga o caminho e fala: ANDA LOGO!
Eu chego lá e o veado nem tava lá! Eu cheguei primeiro que todo mundo. Com sangue nos olhos....

Tava 'varado de fome', e numa churrascaria eu resolvi ir comer nhoque. Qual a lógica? Minha mãe me chama, em alto e bom som, de demente. =]
Eu lá comendo meu nhoqueFRIO! Mas gostosinho, esperando servirem a carne. E os 'churrasqueiros malditos' passavam servindo todo mundo da mesa e me ignoravam. Eu não entendi por que. Na quarta vez eu chamei um deles e muito ironicamente e PUTO, perguntei; Escuta, quem come MASSA é proibido de comer carne? é norma da casa? Castigo?

Ai ele cai na gargalhada, minha família fica vermelha, roxa de vergonha. Aí ele tira o cardápio do lado do meu prato e mostra; quando tá vermelho é porque você não quer.
Era uma plaquetinha redonda que tava do meu lado coberta por um cardápio. NÃO VI MESMO!

Todas as carnes que eu peguei tava muito, MUITO mal passada. Tipo tiraram do freeze e esquentaram com uma vela, enfiaram no espeto e tao servindo. Tava ruim!

Pra terminar o dia meu irmão resolve inventar um passeio MANEIRÍSSIMO ¬¬
Levar todo mundo pra Campinas, ao lado do Hopi hari pra visitar o OUTLET! PRA QUE?
A propaganda dele era que lá, na Ering podia se comprar roupa por kilo.
Passamos um frio do cão, rodamos tudo, tudo caro, ninguém comprou nada. Uma bola de sorvete custava 10 REAIS.

Enfim no c* né!

O dia acabou comigo trêbado! A noite foi bem melhor que o dia. E pelo menos eu cheguei salvo em caso. Eu ia dizer o ditado 'são e salvo' mas sanidade não era o caso...
Enfim, chega de desgraça alheia!
PENSAMENTOS POSITIVOS!
ironizando até o fim!

3 comentários:

  1. Como vc mesmo diz "TENSO" kkkkk que novela. Ester RJ!!!

    ResponderExcluir
  2. meu fiquei com muita dó de vc... mas foi muito engraçado a sua historia,espero de verdade que venha dias melhores o mais rapido possivel pra vc...rs gi sp

    ResponderExcluir