11 agosto 2009

Árvore



As árvores mais lindas da cidade,
ficam em cima dos mortos!
Velando!
Garantindo uma paz eterna e pura

As árvores são escassas na cidade
Não existem, assim como os mortos
Vazio ...
Garantindo um inferno terrestre

Será que já era?
Ou será que ainda dá tempo
Chove sem parar
E tudo afunda mais e mais
Será que já era?
Ou será que da pra correr atrás?
Começa por mim?
Começa por quem?
Como é que faz?

As árvores eu não vejo
Mas os arranha-céus
Nossa!!!
Quase que nem dá direito pra ver, o próprio céu!

Invadiu ou a cidade encolheu?
Pastas, malas, gravatas, sapatos, contrato - demitido.
O mundo ta perdido!

Será que já era?
Ou será que ainda dá tempo
Chove sem parar
E tudo afunda mais e mais
Será que já era?
Ou será que da pra correr atrás?
Começa por mim?
Começa por quem?
Como é que faz?

O mundo é burro e eu participo
Claro!
Vejo tanta coisa e a maioria eu nem ligo.

Será que já era?
Ou será que ainda dá tempo
Chove sem parar
E tudo afunda mais e mais

Já plantou uma árvore hoje?
Ah, não?
Abrace uma criança
Ela será a árvore do seu túmulo
O garantido da paz eterna


Começa por onde?
Com por quem?
COMEÇA POR MIM!

Nenhum comentário:

Postar um comentário