18 setembro 2017

Welcome to Canada

Olá meu querido diário online!
Depois de muito tempo sem utilizar esse espaço para compartilhar minhas aventuras pelo planeta Terra, cá estou para contar um pouco mais sobre o Canadá.


Sim, eu e minha esposa - Luciana - nos casamos e nos mudamos para o Canadá, mais especificamente em Winnipeg, Manitoba. Estamos aqui há aproximadamente 1 mês. E muita coisa já rolou desde então.

Primeiro, o nosso visto - para estudo (ela) e trabalho (eu) - chegou dia 4 de agosto, e as aulas começavam no dia 24 de agosto, ou seja, descobrimos que teríamos apenas 20 dias para nos mudar de país. A gente não estava esperando essa mudança tão repentina, pensávamos que talvez começo do ano que vem seria a data mais apropriada, mas não. O consulado do Canadá nos presentou com esses vistos.

Então tivemos exatos 20 dias para organizar; passagens de avião, hospedagem, rescisão dos empregos, devolver apartamento alugado, encaixotar algumas coisas, fazer mala, deixar procurações, encerrar contas e cartões no banco e outras coisas importantes.

Graças a Deus, tudo deu certo no tempo corrido. Deu tempo de até organizar uma super festa de despedida para nossos amigos e familiares de Brasília e ainda passarmos 3 dias em São Luís/MA para nos despedirmos da família de lá também. Tudo bem corrido.

Depois de quase 15 horas de viagem em 3 aeronaves chegamos! Luciana, Eu e Frida (nossa cachorrinha que viajou conosco o tempo todo, foi na caixinha debaixo do banco no meu pé).
Desembarcamos em uma quinta-feira e no dia seguinte Luciana já tinha compromisso na Universidade (College).

Desde que chegamos, tudo ainda continua muito corrido. A College cobra muito dos alunos internacionais, muitos testes, provas, trabalhos. Luciana escolheu o curso de Disability and Community Service (uma espécie de Assistência Social). 


Eu cheguei aqui com o visto de trabalho, sabendo que teria que recomeçar tudo do zero e obter experiência canadense. Continuo trabalhando no Curta Mais Brasília produzindo conteúdo online. Mas por aqui o mercado de trabalho é bem diferente. Me matriculei no Manitoba Start e no OFE, são dois programas que o governo oferece para imigrantes, residentes temporários e permanentes, enfim, a intenção é de te inserir no mercado de trabalho, mas antes te ensinar um pouco dos hábitos e costumes dos canadenses de Winnipeg. 

Por sorte consegui um emprego na minha terceira semana aqui. A estatística para você conseguir um emprego aqui é bem dura. De cada 100 currículos /vagas que você tenta, apenas 4 empresas vão te chamar para uma entrevista. Eu vi uma vaga online e mandei meu currículo, na minha primeira entrevista (em inglês) eu consegui o emprego. Ainda estou em treinamento, mas já é uma grande vitória.

Na segunda semana, conseguimos um tempo entre minha agenda com os cursos e os estudos de Luciana e fomos olhar apartamento. O segundo que olhamos, e aceitava cachorro, foi o que fechamos contrato. Lindinho e aconchegante para o nosso começo.


Chegamos aqui no final do Verão e chegamos a pegar alguns dias com 30º. Mas no final da semana passada começou um tempo mais frio com aproximadamente 8º. Uma queda brusca. Mas já sei que isso nem se compara ao inverno de verdade, onde geralmente faz - 30º.

Resumidamente, é isso que tem acontecido com a gente. Não tivemos tempo de aproveitar a cidade ainda e nem tivemos tempo de sentar e realmente contar aos amigos como está as nossas vidas. Na primeira semana tivemos que ir atrás de plano de saúde, identidade da cidade, carteira de trabalho, cartão de ônibus. Muitas burocracias que leva tempo. E apesar de sermos fluente na língua, não é a nossa primeira língua, o que torna as coisas um pouco mais "difíceis", mas estamos tirando de letra.

Nossos próximos passos são; validar nossa habilitação para dirigir aqui, fazer a mudança para o apartamento alugado (no mês de outubro), procurar uma irmãzinha pra Frida, comprar as roupas para o inverno e tentar aproveitar um pouco mais a cidade sem essa demanda enorme de coisas para fazer.


Por último e não menos importante, preciso contar que estamos morando com a família mais incrível e adorável de todo o Canadá. Os Melos são demais! 
Há dez anos atrás, Luciana veio fazer intercâmbio de 1 ano e ficou na casa deles, através de um programa de intercâmbio. Mas essa relação transcendeu e virou um laço familiar de verdade. Então quando começamos a pensar em vir morar no Canadá, eles foram os primeiros a nos apoiar, e quando o nosso visto chegou, veio um convite muito amoroso de ficarmos com eles até que nos estabelecêssemos na cidade. Todos os dias temos doses e doses de amor, cuidado e carinho.


Vou atualizando vocês agora com mais frequência. Um beijo saudosos em todos.





3 comentários:

  1. Rods! estou muito feliz por vcs! muito sucesso por aí! Vi um vídeo sobre o curso que você esta fazendo na BFF do Canadá! É A Kacau do computador do Pedro!

    ResponderExcluir
  2. Muito felizes por vcs.. um dia iremos ao Canadá se Deus permitir e iremos desfrutar de momentos deliciosos..Fria. .sua irmãzinha e Lubango. ..rs

    ResponderExcluir

  3. Muito felizes por vcs.. um dia iremos ao Canadá se Deus permitir e iremos desfrutar de momentos deliciosos..com vcs Frida..sua irmãzinha e Lubynho. ..rs

    ResponderExcluir